sábado, 3 de novembro de 2007

Campanha Nacional


CANGURISMO NUNCA MAIS!

Canguru – vem de um idioma australiano e significa não sei. Uma das características do animal é dar saltos espetaculares (cf. Aurélio).


Cangurismo – ocorre quando um promotor "de justiça" é promovido dando um salto desrespeitoso sobre colegas com igual ou maior merecimento que ele. É uma variação do nepotismo, para beneficiar parentes ou afilhados políticos.


Cangurulheiro – é o conselheiro que cria o promotor canguru. Costuma usar óleo de peroba. Nas eleições para o Conselho se apresenta com falso discurso de igualdade.


Caguruzite – doença que faz um promotor acreditar que tem direito divino de passar a perna nos colegas; o mesmo que canguruíte.


Cangurufobia – sentimento de repulsa ao cangurismo. Sustenta a extinção completa desse sistema nepótico.


Cangurufilia – sentimento de simpatia pelo cangurismo. Defende o canguru, com segundas intenções, a de ser agraciado por este e por seu cangurulheiro.


Cangurugonha – é a vergonhosa combinação prévia, ou a reunião feita por cangurulheiros, para definir o canguru da vez.


Na origem, a palavra canguru quer dizer não sei. No cangurismo, ao contrário, quando um promotor canguru salta desrespeitosamente sobre seus colegas, sempre se sabe: ou é esquema familiar ou político.


Participe da Campanha Nacional “Cangurismo Nunca Mais!. É muito simples. Não adote um canguru. Não alimente a canguruzite. Não inocente um cangurulheiro. Combata a cangurufilia. Repudie a cangurugonha. Valorize a democracia. Clame por isonomia. Exija respeito para todos os colegas. Aplauda a justiça.


Um Ministério Público justo depende mais de atitudes que de silêncios.


Obs.: Nesta segunda (05/11), reunião extraordinária do Conselho Superior. Na pauta, entre outros, a promoção para a 3ª Procuradoria Criminal e a promoção para a 3ª Promotoria Cível de Açailândia. Há um cheiro forte e repugnante de cangurismo no ar.

.

4 comentários:

breno disse...

Olá. Gostei muito do seu blog. Sempre atualizado com ótimas notícias. Se puder, visite o meu também: HTTP://DIREITODISCUTIDO.ZIP.NET

paula disse...

o Canguru não foi extinto. Existe na Austrália e no Brasil.

Ministério Público Independente disse...

Caro Juarez,

Parabéns pela campanha. Transcrevi todo o manifesto no ministeriopublicoindependente.blogspot.com, aqui do RS.
Grande abraço,

Voltaire Michel.

pcastanhodutra disse...

De grande mérito a campanha.

Aqui pelo RS, por enquanto, não há notícia de proliferação do cangurismo, embora haja indícios de canguruzite...

De qualquer forma, o colega Voltaire divulgou a campanha no blog ministeriopublicoindependente, pois é melhor prevenir do que remediar.

Abraço,

Plínio Castanho Dutra,
1.º Promotor de Justiça de Sapiranga - RS