sexta-feira, 20 de julho de 2007

O xis da questão


O colega Alfa deseja ser promovido para a 2ª Cível de Imperatriz, pelo critério de merecimento. Inscreve-se, mas desanima. Foi logo avisado que Xis será o escolhido. Alfa está na 2ª entrância há mais de dois anos, com destacada atuação. Xis tem trabalho igualmente reconhecido, mas só chegou na 2ª entrância faz poucos meses. Por qual razão Alfa desanima da disputa?

.

12 comentários:

Anônimo disse...

Caro Juarez, vou mais além! Como, EM NOME DA LÓGICA, podemos afirmar que o trabalho de um colega, SEJA LÁ QUEM FOR, com pouco tempo numa entrância, pode ser IGUALMENTE cheio de méritos (como dito por Vossa Excelência) se não há tempo de trabalho suficiente para que se faça esse tipo de análise e se chegue a essa conclusão?? Vou colocar a MINHA PESSOA na situação, para que fique bem claro meu ponto de vista a favor do PRINCÍPIO DA IMPESSOALIDADE NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA (aliás, como não poderia deixar de ser, tendo em vista que sou fiscal da lei!!!): estou a poucos meses na terceira entrância, precisamente em Imperatriz, onde lá já se encontravam vários colegas, com bem mais tempo, antes da minha chegada, logo, com trabalho para mostrar e ser POSSÍVEL uma análise do desempenho de cada um deles! Vamos imaginar, então, que surja uma vaga na quarta entrância e ninguém do quinto deseje tal vaga. Como eu poderia concorrer, pelo critério de merecimento, com os demais colegas de Imperatriz (igualmente fora do quinto) que já demonstraram trabalho e resultados se eu ainda não fiz nada disso, por absoluta impossibilidade em razão do fator tempo?? Como o Conselho Superior justificaria a minha promoção por merecimento em detrimento dos colegas bem mais antigos, logo, com produtividade aferível??? Eles diriam que pela análise do meu trabalho na terceira eu mereço ser promovido para a quarta entrância?? Mas que trabalho é esse tão merecedor assim, realizado apenas em poucos meses, para justificar o desmerecimento dos demais colegas que, esses sim, tiveram bastante tempo para mostrarem trabalho??? No meu ponto de vista isso seria, data venia, ilegal (fere os princípios da administração pública, logo, gerador de improbidade administrativa), injusto, vergonhoso e um desrespeito para com os demais colegas!!
Ass: João Marcelo.

Anônimo disse...

Desanima porque o trabalho do Conselho é sério. Ah! Ah! Ah! Ah! Ah! Ah! Ah! Ah!

Anônimo disse...

Bataria que se determinasse que fora do quinto prevaleria o critério de antiguidade ou, como o Promotor xis não tem ainda dois do anos na entrância fosse indeferido seu pedido de promoção visto que alfa já possui mais de dois (um dos critérios para promoção).

Anônimo disse...

Com certeza não é justo igualar desiguais. Um promotor preenche um requisito para promoção (mais de dois anos na entrância), o outro, nenhum requisito. Como podem ser tratados igualmente? Um bom Conselho deveria fazer justiça e não trampolim para seus afilhados.

Anônimo disse...

Entendo que as duas últimas idéias deveriam ser acolhidas pelo Conselho Superio, se um preenche um requisito (dois anos na entrância)deveria ter prioridade.

Anônimo disse...

talvez devessemos promover os conselheiros(as). Para uma boa aposentadoria. Seria uma forma de revitalizar e, quem sabe, tentar mudar um pouco as coisas. Mas será que tem jeito?

Anônimo disse...

O critério afetivo, paternal, político, interesseiro, clientelista, coronelista, mandatário, obtuso...

A lista dos nomes que explicam esse critério é meio extensa. Por isso, complexa e absurda !

Anônimo disse...

merecimento, propriamente dito, é o único critério que não conta para esse tal de "Conselho Superior".

promotor com voto disse...

A aposentadoria dos membros do Conselho deve ser com o voto dos promotores na próxima eleição, ainda este ano! Que tal?

Anônimo disse...

Caro colega Alfa, a razão do seu desânimo é compartilhada por todos os colegas que não têm os seus trabalhos reconhecidos pelos Conselheiros. Que tal transformarmos desânimo em ação? Não foi para acabar com este tipo de coisa que foi criado o CNMP?

Eduardo Nicolau disse...

Seria melhor que os Promotores des Justiça não ficassem trocando tapinhas nas costas e risadinhas por votos,pois assim os ¨bem relacionados¨, usam o Conselho para a promoção dos seus.É para isso que serve o riso e o telefonema no aniversário.Continuem na mesma regra e criem aranha nas Comarcas ruins.

Anônimo disse...

Valeu Nicolau.