sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Dilema

Eis os novos colegas que tomarão posse como Promotores de Justiça Substitutos, dia 02/02 (terça). Desejamos mais que boa sorte: compromisso e, se possível, a maior cota da liberdade de que puderem dispor. De início, deverão vencer o dilema hamletiano:

Ator canadense Raoul Bhaneja, em Hamlet Solo

01. RODRIGO DE VASCONCELOS FERRO
02. ISABELLE DE CARVALHO FERNANDES SARAIVA
03. WILLIAMS SILVA DE PAIVA
04. ROMMEL SILVA PATRIOTA
05. RAFAEL SCHWEZ KURKOWSKI
06. ELISETE PEREIRA DOS SANTOS
07. GLAUCE MARA LIMA MALHEIROS
08. CARLOS RAFAEL FERNANDES BULHÃO
09. THIAGO CERQUEIRA FONSECA
10. PATRICIO NOE DA FONSECA
11. RAIROM LAURINDO PEREIRA DOS SANTOS
12. ANA CLÁUDIA CRUZ DOS ANJOS
13. ISABEL CRISTINA ARAUJO SOUSA
14. ALINE SILVA ALBUQUERQUE
15. SAULO JERÔNIMO LEITE BARBOSA DE ALMEIDA
16. KAREN FULY DE CASTRO
17. GLEUDSON MALHEIROS GUIMARÃES
18. SIMONE CHRYSTINE SANTANA VALADARES
19. PATRICIA PEREIRA GARCIA
20. AURELIANO REBOUÇAS JUNIOR
21. LAYS GABRIELLA PEDROSA SOUZA
22. MARINA CARNEIRO LIMA
23. RICARDO MISKO CAMPINEIRO
24. ROMERO LUCAS RANGEL PICCOLI
25. CARLA TATIANA PEREIRA DE JESUS

3 comentários:

francisco teomario disse...

Apresento votos de sucesso aos novos colegas e desejo que jamais se deixem contaminar pela política de "uma mão lava a outra" que por vezes brota no seio da nossa instituição.
Escolhemos ser Promotores de Justiça e devemos exercer as atribuições do cargo com esmero, ainda que isso cause mal-estar a muitos, mesmo que colegas.
Parabéns e sejam bem-vindos.

Teomario Serejo
Promtor de Justiça titular da 1ª PJ/Açailândia.

sandro bíscaro disse...

Caros colegas de MP! Sejam bem vindos. Tomo a liberdade de transcrever um texto do folheto da missa de ontem, fundamental àqueles cristãos que se dispõem a exercer parcela do poder estatal.
Felicidades a todos, e coloco-me à disposição para as dificuldades que virão, especialmente na praia do consumidor.
Aproveito tb para informar que estou iniciando um grupo fechado de discussão, exclusivo para membro do MP-MA. Todos os colegas estão convidados, inclusive os mais antigos. É coisa bem prática mesmo...trocar idéias, modelos, etc.mpmaranhao@googlegroups.com
SUCESSO garotada!

Eis o artigo:

PROFETAS REJEITADOS

A vida do autêntico profeta não é tão romântica como poderíamos imaginar à primeira vista – mas sim, repleta de complicações. Para o profeta, com certeza, há momentos prazerosos, mas sofre também conflitos e rejeições. Ele tem dupla missão: anunciar e denunciar.


Enquanto anuncia as maravilhas de Deus, o profeta tem seu momento de prazer e até de glória. Anunciar a presença e a atuação de Deus na história da humanidade normalmente não desperta a ira e a fúria dos adversários e dos acomodados.


Quando denuncia as injustiças, a miséria e a violência reinantes na sociedade, aí o profeta começa a sentir o lado duro da missão, pois não pode se calar diante da degradação humana. Ele tem o desafio de defender os pobres e oprimidos, e nem sempre a comunidade ou a sociedade estão dispostas a acatar a mensagem que questiona e exige mudanças de atitude. Jesus sentiu na própria pele essa cruel realidade.


Enquanto Jesus fazia milagres, era sempre bem-vindo; mas, quando questionava a presença da injustiça provocadora da miséria, era “expulso da cidade”. O perigo continua ainda hoje: muitos procuram Jesus para satisfazer seus interesses pessoais, mas não estão dispostos a ver as causas da dor que aflige as pessoas. Quando ele diz que veio para todos e não apenas para algum grupo, é rejeitado. Quando derruba as barreiras étnicas e não exclui nenhum povo, é incompreendido.


Poderíamos apresentar uma lista enorme de profetas – de ontem e de hoje – que, assim como Jesus, foram rejeitados, perseguidos e mortos pela sociedade. É muito fácil perceber por que esses profetas são eliminados. Quando são incômodos, a sociedade não os atura e os expulsa do seu convívio.


Pe Nilo Luza, ssp

Sandro Lobato disse...



Saudações ministeriais aos novos colegas! Sejam bem vindos.

Espero que dentro da turma nova existam promotores como Moisés Brant, Fernado Berniz, Carlos Róstão, Marcão, Eveline, Geraulides, Raquel, Reinaldo, Alessandro Brandão, Emmanuel, Joaquim Jr., Valentim, Juarez, Doracy, Pedro Lino, Lobato (não é puxamento de saco), André Charles, Frank, e tantos e tantos outros combativos promotores do Maranhão que me orgulham de ser Promotor e me inspiram a cada vez mais tentar, sempre estudando e debatendo, com a liberdade e a independência necessárias, promover a tão sonhada justiça e paz social.

Deixo de ser o mais novo do MPMA (estou ficando antigo!) com a esperança de que os novos e valorosos colegas honrem o MPMA assim como os colegas do meu concurso e dos anteriores fazem até hoje.

Dificuldades existirão (comarcas distantes, falta de Promotorias decentes, poucos servidores etc,etc.), mas saibam que a solidariedade entre os membros do MPMA é uma constante (salvo rarissimos casos que apenas confirmam a regra) e que poderão contar com o apoio de todos nós.

Parabéns a todos pela aprovação. bem vindos e vamos ao trabalho!. (Obs: frequentem o blog do Juarez!).

Ass.: Sandro Lobato, Promotor de Justiça de Matinha