terça-feira, 11 de maio de 2010

A corda

 Fátima, Francisco, Themis, Nonato e Gilberto, após o debate

Não se fala nela, mesmo quando o corpo reclama alguma explicação. Assim é corda em casa de enforcado.

No debate entre os candidatos, o “espeto de pau” era essa mesma corda pendurada no teto do Ministério Público.

Gilberto ensaiou o tema, afirmando-se envergonhado como promotor e revoltado como cidadão, mas não cobrou explicações de nenhum dos candidatos, nas duas perguntas que pôde fazer. Os outros três, ― Nonato, Francisco e Fátima, que já seguraram a ponta da corda que esticou o corpo ―, não se atreveram a atacar ou defender. E essa contribuição ao silêncio tem sido prejudicial à sociedade, que não sabe como obrigá-los às falas. Ora parece confissão, ora parece estratégia.

O debate foi bem conduzido pela colega Themis e pelo colega Nicolau.

Gilberto levantou a necessidade de regulamentar condutas na reeleição. Francisco buscou o perfil de administrador. Nonato relançou bandeiras para uma atuação institucional coordenada. Fátima assombrou mais pela agressividade que pela insinuação de que um colega da mesa contratava empresas fantasmas. Não disse quem eram o “espírito” e seu tutor, ou o destino que lhes daria.

Quanto aos servidores, a depender das intenções dos candidatos, brevemente, não terão do que reclamar, salvo por um detalhe: nenhum explicitou como.

Sábado (15), pela manhã, tem mais: o debate da Ampem, no Fórum do Calhau. A colega Fátima tem repetido a indelicadeza de que a ele não comparecerá, talvez porque, como disse ontem (10), "se for a vontade de Deus", será a escolhida.

7 comentários:

Rodrigo Bastos Raposo disse...

E sendo a vontade de "deus", a ela, quem se oporá?
Vê-se coisa...

Rodrigo Bastos Raposo.

M. Silva disse...


Travassos assombrou mesmo. Gritou o tempo todo. E aquele olhar? Horrível. Ameaçador.

Dá pra imaginar porque alguns asseclas saem tremendo do gabinete dela. Mas, fora de lá, também reproduzem torturas aos servidores.
[…]

Propostas mesmo, nada!
Vixe. Eu também não sei ler na cartilha dela. Que medo.
Cadê minha bandeira. Achei: TORTURA NUNCA MAIS!
Só pedindo aos santos:- Francisco, Nonato, Gilberto... livrai-nos do mal!

M. Silva

Aloisio disse...

Antes de pedir aos santos Nonato, Francisco e Gilberto, alguém tem que colocá-los lá.
Por isso, a súplica tem que ser direcionada aos demais membros.
Só eles podem evitar mais dois anos de uma administração desastrosa e opressora.

Maria disse...

Essa vai pra quem gosta de falar de Deus... O importante é a prática. A casa vai cair!

"Nem todo aquele que me diz 'Senhor, Senhor' entrará no Reino dos Céus, mas sim aquele que pratica a vontade de meu Pai que estás nos céus. Muitos me dirão naquele dia: 'Senhor, Senhor, não foi em teu nome que profetizamos e em teu nome que expulsamos demônios e em teu nome que fizemos muitos milagres? Então eu lhes declararei: Nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade'. Assim, todo aquele que ouve essas minhas palavras e as põe em prática será comparado a um homem sensato que constriu a sua casa sobre a rocha. Caiu a chuva, vieram as enxurradas, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, mas ela não caiu, porque estava alicerçada na rocha. Por outro lado, todo aquele que ouve essas minhas palavras, mas não as pratica, será comparado a um homem insensato que construiu a sua casa sobre a areia. Caiu a chuva, vieram as enxurradas, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela caiu. E foi grande sua ruína!". Mateus 7, 21-27

Fábio Correa disse...

Quem assistiu realmente o debate na sua totalidade viu que a atual Procuradora-Geral de Justiça, Fátima Travassos, realmente se saiu melhor que os demais candidatos. Ficou nítido que alguns dos candidatos não tinham interesse em tocar no assunto “sede das promotorias da capital”, que é uma vergonha graças as administrações anteriores do Ministério Público. Por que o contrato com a empresa que ganhou a licitação da reforma não foi rompido antes? Por que uma empresa “desqualificada” ganhou a licitação? Fátima Travassos mostrou porque esta a frente do MP, tendo coragem de romper o contrato firmado em outra gestão. Quem anda pelo interior do Estado, sabe da necessidade da realização de concurso pra Promotor. Essa foi a decisão mais acertada que a candidata Fátima Travassos tomou na sua administração. Os promotores do interior e da capital saberao reconhecer sua coragem e vontade. Apesar de algumas pessoas continuarem negativando, inclusive nos comentarios acima.

Aloisio disse...

Com a devida vênia, discordo sinceramente que Fátima Tavassos tenha se saído melhor no debate e digo mais:

1) Se ela encontrou a PGJ cheia de empresas fantasmas, como afirmou no debate, e nada fez, praticou um crime;

2) Quanto ao concurso, Fátima Travassos viu nele a chance de contabilizar em voto cada ato de nomeação. Por isso nomeou dez a mais que o previsto. A prova disso é que se ela tivesse pensando no MP e na sociedade, teria designado os membros para suas comarcas imediatamente e não mantido a maioria deles na capital para "auxiliar" outros membros;

3) Por fim, destaco que assisti a todo o debate e vi Fátima lendo todas as respostas já previamente respondidas por sua assessoria. Se ela é tão bem preparada e competente porque não as respondeu espontaneamente, como fizeram os outros? E porque Fátima não comparecerá ao debate no sábado?

Essa é a minha opinião, embora respeite as contrárias.

flor disse...

A reclamação quase generalizada por melhor estrutura física e administrativa, bem como por mais servidores concursados não é compartilhada por alguns promotores, ainda acostumados aos favores vindo de fora da Instituição.
É o que se intui das declarações de um competente (mas equivocado) promotor de Justiça do Maranhão.
Segundo ele, basta promotor para o MP funcionar. Ora, já temos aí 35 novos promotores...então... não há mais do que se queixar. Ainda prefiro acreditar que ele já se arrependeu do comentário infeliz, que repercutiu muito mal junto a população, dado o tom arrogante da supremacia do ser promotor de justiça. É isso mesmo, excelência?

http://www.youtube.com/watch?v=KwTfaxuG1XU&feature=geosearch