sábado, 1 de maio de 2010

96 anos

Um sábado como qualquer outro, no Dia do Trabalhador. Não para a simpática senhora de cabelos brancos, "Vó Ana". Ela completa 96 anos. Ativa. Distribui os passos sem tropeço. Fala firme. Memória intacta. Viveu e sobreviveu a todas as dificuldades que muitos nem podem imaginar, nos rincões de Sucupira do Norte. Na quinta (29), com o Conselho Tutelar, lhe oferecemos um café da manhã. Ela nos brindou com aulas de humor e sabedoria. E celebrou convicta: “Eu não vou morrer. Para onde vou, olharei por vocês.”

2 comentários:

patrícia disse...

Linda ela!

flor disse...

96 anos!
Chegaremos lá, altiva e bela como Vó Ana?
Só Deus sabe.
Então, que tenhamos o tempo de existência suficiente para reconhecer que:
1- ninguém é melhor do que ninguém;
2- nossos pais são nosso maior tesouro;
3- o amor é maior que qualquer arma atômica;
4- perdemos muito tempo em busca do que já temos.
(não necessariamente nessa ordem).

Parabéns `as inúmeras vós Anas dos nossos caminhos.

Parabéns também pela mesa: leite, sucos, frutas... assim todo mundo vai longe.

M. Flor