domingo, 9 de maio de 2010

Outro lado


Essas mães que não deviam
ter sido

Essas crias que não as têm
tampouco

Parece sina, parir
entre o descuido e a ignorância
impondo penas à prole

Os olhos dolorosos da fome não têm mãe

Enquanto homens não ficam grávidos
sexo é a melhor diversão

Depois, parir

Um comentário:

flor disse...

Esses filhos que vieram
tão cedo

Essas mães que no fundo
tem medo

Não lhes alcançam os cuidados
do Estado

Os olhos de fome de ambos
não incomodam tampouco

Fazer o filho parece fácil

E o que mais preocupa
é que se filhos são gerados
doenças não estão sendo prevenidas

Aqui e ali
falta de educação e auto-estima
são o que sobra no povo